Sem sentido, mas sentido.

Eu sou

Parte de tudo

Que existe no universo

Versos

De um poema diverso

Com os seus temas complexos

Mas cheios de si

Me conecto com tudo que peço

Entro em mim

Vibração que confesso e me faço existir

Sentimentos que não consigo

Pôr num papel

O amargo que sinto

No doce do mel

Eu sou um sonhador

Minha realidade é feita de amor

E me disseram que isso não era real

Crio, acredito, isso não é banal


Eu sou

o próprio universo

Feito de tudo

Sempre mudo

Mas nunca mudo

Grito, canto, falo

Esculto, curto tudo isso

Não fico pelos cantos

Sou tridimensional, me alongo

Sem prantos me planto

Me encanto, cresço

Floresco

E quais sentimentos existem aqui?

Sentir, ir, vir, ficar, e mais uma vez………

………

Partir

me encontrar, sonhar

Inteiro, inteiramente eu

partes de mim

Mas não partes de mim

Eu não quero que se vá

Mas talvez eu tenha que

deixá-la ir

Para que possa finalmente

Voltar

Somos parte um do outro

Você é parte de mim

Eu sou parte de você

Somos um só

Juntos, apenas um ser

Nunca sos

Sempre infinitos

Me encontro ou não me encontro?

Mas já estamos aqui

Não quero sair por ai a procurar

Algo que já

Posso amar

Posso sentir, ser, estar

Ser, viver, está tudo aqui

Só existe o agora

Para te amar não existe

Tempo, espaço

Futuro, passado

Há apenas nós

Eu, tu.

…..

Com prantos me rego

Para o entendimento de tua partida

Hoje entendo que nunca quiseste ir

Eu é quem fugia.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s